Proposta Pedagógica
Metodologia de Ensino
O Currículo Escolar na dinâmica de seu funcionamento adotará uma metodologia que estimule a iniciativa e promova a interação conteúdo-aluno-professor.

A Escola propõe como metodologia dialógica onde o conteúdo de ensino extrapola a mera transmissão do conhecimento pelo professor. O aluno envolve-se com as atividades de sala de aula, questionando, sugerindo , participando e promovendo debates para o enriquecimento das aulas a partir do momento que sente a liberdade de manifestar o conhecimento prévio que possui e sabe que o professor deseja a sua participação.

O professor é um elemento motivador, através de desafios, da problematização, do incentivo à descoberta, a reflexão.
Avaliação da Aprendizagem
A avaliação vem do verbo avaliar + ação que significa Avaliar a Ação, ou seja, apreciar e conferir um resultado. Portanto, a avaliação implica em verificar e analisar um trabalho e um conjunto de atividades, de aprendizagens e de uma Instituição.

A avaliação não tem apenas caráter formativo, somativo e classificatório. Sua intenção, numa perspectiva emancipatória e libertadora, é torná-la diagnóstica. Não buscamos, apenas gerar uma nota, aprovar ou reprovar. Nosso intento é saber como o aluno está aprendendo, ajudando-o a superar as suas dificuldades.

Neste sentido a avaliação servirá para que o professor perceba as necessidades da aprendizagem e noutros horizontes de sua formação, como cidadão consciente e participativo.

Queremos que a avaliação contribua para a construção do conhecimento. Que ajude o aluno a reelaborar o conhecimento, aplicando o saber e dando um caráter utilitário e significativo.
Expressão dos Resultados da Avaliação
A comunicação dos resultados será feita através de boletim ou outro instrumento equivalente, ao final de cada trimestre letivo em reunião com pais ou responsáveis.

O boletim escolar deve contemplar, além das notas, numa escala de zero( 0 ) a 100 (cem) e o registro da freqüência, um breve parecer descritivo sobre o comportamento do aluno, de acordo com a análise dos professores em conselho de classe.

O professor conselheiro da turma é o encarregado de registrar os aspectos qualitativos que fazem parte do boletim.
Descrição da Proposta
O valor dos três trimestres corresponde a totalidade 100, assim distribuídos:

1º Trimestre = 30
2º Trimestre = 30
3º Trimestre = 40

A média mínima anual para aprovação será 70 (setenta).

No final dos trimestres, o aluno que não alcançar a média mínima para aprovação realizará os Estudos Adicionais.

Consideramos válida a média 70 como referência de um nível de exigência visando um demonstrativo de aprendizagem maior, para o aluno não precisar dos estudos adicionais como prevê nosso Regimento.

O aluno que não obtiver o somatório 70 ao final dos três trimestres irá realizar os Estudos Adicionais, oportunizado em todos os componentes curriculares.

A aprendizagem será expressa por diferentes instrumentos de avaliação no período determinado no Calendário Escolar para esses estudos.
Expressão dos Resultados dos alunos transferidos
O aluno transferido para esta Escola durante o período letivo terá sua avaliação adaptada ao sistema desta Escola, respeitando a expressão dos resultados e mantendo sem alterar a forma de registro utilizada pela Escola de origem.

Se for necessária será feita a reclassificação, independente do nível de escolarização apresentada pelo aluno. Caberá a Supervisão Escolar da Escola ofertar essa reclassificação.
Estudos de Recuperação
O aluno realizará os estudos adicionais, necessitando obter, após a média anual o necessário para completar o total de cem (100) pontos e alcançar no mínimo 50 pontos para ser aprovado.

Estudos Adicionais + Média Anual / 2
Exemplo: Média Anual: 60
Estudos Adicionais: 40
Total: 100 : 2 = 50

Média Mínima para aprovação após os Estudos Adicionais = 50

É de responsabilidade do professor, acompanhado pelo Serviço de Supervisão Escolar, detectar as dificuldades e prever atividades de recuperação. Os pré-requisitos devem ser trabalhados e revisados quando necessário para a seqüência do tema ou assunto em andamento.

A metodologia usada na recuperação deve ser diferenciada daquela trabalhada no trimestre, procurando motivar o aluno para aprender, especialmente quando um número significativo de alunos não atingir a média esperada.

As atividades de recuperação de conteúdos devem ser registrados em diário de classe, ou documento equivalente, onde fica documentado o trabalho escolar.

Esses estudos de recuperação são oferecidos com aulas presenciais obrigatórias e atendimento coletivo e individualizado.
Classificação do Aluno
Será promovido para a série seguinte o aluno que obtiver um total de, no mínimo, 70 pontos no somatório dos três trimestres.

O resultado final será expresso nas variáveis: A = Aprovado e R = Reprovado.

Caso o aluno não obtiver os 70 pontos, ele terá a oportunidade de realizar os Estudos Adicionais após o encerramento do ano letivo.
Promoção do Aluno
A promoção será oportunizada em todas as séries oferecidas pela Escola, para os alunos que obtiverem aproveitamento igual ou superior a média mínima exigida. Ainda para os alunos que realizarem os estudos de recuperação através dos Estudos Adicionais.

   Regime Seriado;

   Ano letivo dividido em trimestres;

   Valor dos três trimestres corresponde a totalidade 100, assim distribuídos:

   1º Trimestre = 30
   2º Trimestre = 30
   3º Trimestre = 40

   A avaliação é somativa;

   O aluno que não obtiver o total de 70 pontos, terá a oportunidade de realizar Estudos Adicionais;

   Estudos Adicionais - após o encerramento do 3º Trimestre.
Reclassificação do Aluno
Ao aluno transferido de estabelecimento de ensino de outras localidades e do exterior com regime escolar diferenciado, a escola realizará um estudo do currículo escolar trazido pelo aluno, mediante análise do mesmo, aplicação de instrumento avaliativo que demonstre a capacidade do aluno de ser reclassificado.
Aproveitamento de Estudos concluídos com êxito
O aproveitamento de estudos é feito através do reconhecimento da identidade ou equivalência entre atividades e disciplinas, considerando os conhecimentos adquiridos seguido ou não de adaptação, devendo o aluno ser matriculado e a Escola dispor de programa especial de estudos que favoreça o processo de aprendizagem.

O Serviço de Supervisão Escolar e de Secretaria são os responsáveis pela análise do currículo do aluno transferido.
Estudos de Adaptação Curricular
A adaptação inclui a recuperação de objetivos e conteúdos não atingidos e disciplinas não cursadas que são necessárias para o prosseguimento dos estudos em seu novo currículo.

O processo de adaptação é orientado pelo Serviço de Supervisão Escolar a quem compete assessorar os professores na preparação de programa especial de estudos, aprovar e acompanhar a execução desses planos. Após análise da matriz curricular, pelo Supervisor da Escola, este deverá orientar o aluno às adaptações que se fizerem necessárias.
Controle de Freqüência
A freqüência mínima exigida para aprovação é de 75% das horas letivas.

O aluno que não atingir 75% da freqüência são oferecidas atividades compensatórias de infreqüência, conforme legislação vigente.
Estudos Compensatórios de Infreqüência
As atividades complementares compensatórias de infrequência são presenciais, oferecidas sob a forma de aulas dentro do período letivo a que se referem, em horário alternativo, com freqüência obrigatória, registrada em lista de controle específica para essa finalidade, onde se faz menção às datas e ao número de faltas a que correspondem.

O aluno infreqüente, amparado na legislação vigente receberá tratamento especial, dentro das possibilidades da Escola.